USO DA GAMETERAPIA NA REDUÇÃO DE QUEDAS EM IDOSOS: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Autores

  • Mário Osvaldo Bertochi Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal - Unipinhal
  • Anderson Lopes Fernandes Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal - Unipinhal.
  • Natalia M. Martinho Fogaça Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal - Unipinhal.
  • Adalgiso Coscrato Cardozo Universidade Estadual Paulista- Rio Claro
  • Mauro Gonçalves Universidade Estadual Paulista- Rio Claro

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-2R

Resumo

Introdução: O envelhecimento é um processo progressivo que causa declínio em vários sistemas corporais, aumentando o risco de quedas. As quedas, por sua vez, contribuem com a morbidade e mortalidade em idoso. Entre as possíveis terapêuticas para prevenir as quedas, a gameterapia apresenta-se como ferramenta dinâmica e motivadora, uma vez que visa contribuir com a melhora do equilíbrio, condicionamento físico e cognitivo. Objetivo: Verificar o efeito da gameterapia na prevenção de quedas em idosos. Metodologia: Estudo de revisão integrativa da literatura, utilizando como tema norteador o uso da gameterapia na redução e/ou prevenção de quedas em idosos. A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados Scielo, Google acadêmico e PubMed, por meio da combinação entre palavras e descritores sobre gameterapia, prevenção de quedas e idosos. Os artigos foram selecionados inicialmente pelo título e resumo e, caso fornecessem informações suficientes para sua inclusão, foi realizada leitura na íntegra, aplicando os critérios de elegibilidade. Resultados: Inicialmente 377 estudos foram encontrados, mas somente 9 foram incluídos. Após análise dos artigos na íntegra, verificou-se que o uso da gameterapia na reabilitação de idosos contribui para a melhora de aspectos cognitivos e físicos, tais como melhora da mobilidade, equilíbrio, controle postural e capacidade aeróbia; contribuindo, consequentemente, para redução do risco de quedas. Conclusão: A gameterapia contribui positivamente para redução de quedas em idosos. Por se tratar de uma terapêutica inovadora e promissora, novos estudos clínicos randomizados fazem-se necessários para consolidar sua eficácia e integrá-la mais amplamente na prática clínica do fisioterapeuta.

Palavras-chave: idoso, quedas, gameterapia e realidade virtual

Biografia do Autor

  • Mário Osvaldo Bertochi, Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal - Unipinhal
    Saúde fisioterapia

Downloads

Publicado

2024-02-03

Edição

Seção

Artigo de Revisão