ACIDENTES DOMÉSTICOS ENVOLVENDO CRIANÇAS NO BRASIL: TIPOS, MEDIDAS PREVENTIVAS E DE REDUÇÃO DE DANOS

Autores

  • Alexandre Ferreira Gomes
  • Milena Nunes Alves de Sousa
  • Ilana Andrade Santos do Egypto

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-7R

Resumo

Objetivou-se identificar o perfil dos acidentes domésticos envolvendo crianças brasileiras, bem como estabelecer estratégias de prevenção dos acidentes direcionadas a esse grupo vulnerável e as ações de redução de danos. Foi realizada revisão integrativa da literatura. O levantamento da literatura na base de dados ocorreu no mês de janeiro de 2024, sendo as buscas realizada na Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, ZB MED Search Portal for Life Sciences, Scientific Electronic Library Online e Literatura sobre Salud en Cuba, a partir dos Descritores em Ciências da Saúde em português/inglês/espanhol: Acidentes Domésticos/Accidents, Home/Accidentes Domésticos, Prevenção de Acidentes/Accident Prevention/Prevención de Accidentes, Criança/Child/Niño e Brasil/Brazil/Brasil. Foram preliminarmente encontrados 157 documentos, contudo, após aplicação dos critérios de elegibilidade, foram selecionados 12 artigos. Os achados evidenciaram que os mais tipos de acidentes domésticos envolvendo crianças foram as intoxicações exógenas/envenenamentos e os acidentes com animais peçonhentos e insetos (36,4%), cada. Quanto as estratégias de prevenção dos acidentes direcionadas a esse grupo vulnerável, foi possível verificar muitas ações possíveis, contudo, desatacaram-se: orientações em grupos de mães/intervenções educativas (66,7%) e capacitação de professores nas escolas/ informações especializadas (44,4%). Também, as ações de redução de danos mais citadas foram as medidas iniciais de estabilização/ disponibilidade imediata de assistência (60,0%) e o direcionamento para as unidades de pronto-atendimento de referência (44,0%). Conclui-se reforçando os acidentes na infância constituem uma causa significativa de mortalidade, impondo considerável sofrimento às famílias. Assim sendo, é crucial adotar medidas preventivas que promovam a segurança das crianças, bem como ações capazes de minimizar danos decorrentes desses eventos. Assim, a adoção de estratégias educativas em saúde poderá desempenhar um papel crucial na redução de acidentes na infância.

Downloads

Publicado

2023-12-31

Edição

Seção

Artigo de Revisão