VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA E EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE ATRAVÉS DA IMPLEMENTAÇÃO DO ARCO DE MAGUEREZ

Autores

  • Lucas de Lima Medeiros Pereira Centro Universitário de Patos
  • Tiago Bezerra de Sá de Sousa Nogueira Centro Universitário de Patos
  • Milena Nunes Alves de Sousa Centro Universitário de Patos

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-6

Resumo

 A violência obstétrica pode ser definida como qualquer tipo de violência praticada contra a mulher antes, durante e após o parto. Saber defini-la e reconhecê-la, nas suas mais diversas formas é essencial para garantir à mulher um processo de parto onde seus direitos são devidamente respeitados, o que pode ser realizado também na Atenção Primária à Saúde. Esse estudo define-se como um estudo descritivo e qualitativo, na forma de um relato de experiência, no qual foi utilizado como meio de abordagem o Arco de Maguerez, uma metodologia de ensino ativa. Neste relato, foi realizado uma atividade em grupo, com participação ativa de gestantes da área adscrita da Unidade de Saúde, em conjunto com os profissionais de saúde, onde foi definida e categorizada a violência obstétrica bem como abordado formas de evitá-la. Essa atividade permitiu uma melhor abordagem ao pré-natal das gestantes da área adscrita e evidencia a necessidade de atividades de educação em saúde para a abordagem dos direitos da gestante.

Biografia do Autor

  • Milena Nunes Alves de Sousa, Centro Universitário de Patos

    Doutora, Professora do Centro Universitário de Patos

Downloads

Publicado

2024-02-17

Edição

Seção

Artigo Original