A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA HOSPITALAR NA PREVENÇÃO DE ENDOCARDITE BACTERIANA EM PACIENTES HOSPITALIZADOS

Autores

  • Welton Vicente Lopes
  • Maria Taywri Almeida Costa
  • Beatriz Andrade da Paixão
  • Marco Túllio Becheleni
  • José Yãn Bandeira Martins
  • Thyago Oliveira Cardoso
  • Amanda Soares Porto
  • Mariana de Souza Gomes
  • Kezia Neri Silva
  • Karen Gonçalves da Silva
  • Elyan Erlanger Ribeiro dos Santos
  • Vinícius Gustavo Martins Ribeiro
  • Agnaldo Ferreira Lima Júnior
  • Kesya Lourenço Carvalho
  • Marcelo Barbosa Martins
  • Rodolfo José Gomes de Araújo

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-12R

Resumo

INTRODUÇÃO: A endocardite bacteriana, caracterizada pelo crescimento bacteriano no endocárdio, apresenta relevância clínica significativa, evidenciada por alarmantes taxas de mortalidade no Brasil. A patogênese envolve a introdução de microrganismos na corrente sanguínea, muitas vezes associada a procedimentos odontológicos invasivos. OBJETIVO: Este artigo, uma revisão de literatura, busca abordar a definição da endocardite, sua importância clínica e implicações sociais, explorando a relação com a saúde bucal. METODOLOGIA: A metodologia envolveu a análise de pesquisas entre dezembro de 2023 e fevereiro de 2024, concentrando-se nas relações entre doenças bucais e infecções cardíacas. A revisão incluiu 15 artigos selecionados com base em critérios específicos. RESULTADOS: A revisão revela resultados mistos sobre a eficácia do tratamento odontológico antes da cirurgia cardíaca, a associação entre periodontite e risco cardiovascular, e a falta de consenso sobre a profilaxia antibiótica. CONCLUSÃO: Em conclusão, a análise destaca a complexidade da interação entre saúde bucal e endocardite bacteriana, reforçando a importância da odontologia hospitalar na prevenção. Ressalta a necessidade contínua de avanços na pesquisa e prática clínica, enfatizando a saúde oral como parte integrante da saúde cardiovascular global.

Downloads

Publicado

2024-02-01

Edição

Seção

Artigo de Revisão