CARACTERÍSTICAS DE COMPÔMEROS CONTENDO PARTÍCULAS BIOATIVAS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Samara de Freitas Guimarães
  • Geovana Manoela Amaral
  • Lucas Vinícyus Lima Maia Miranda
  • Genivaldo Cavalcante Cardoso Júnior
  • Yasmim da Silva Tavares
  • Ana Clara de Lima Campelo da Conceição
  • Bruno Maciel Ribeiro Teixeira
  • Luciana Gabryele Leitão Reis
  • Rosalia Mendes Machado
  • Thaís Mariana Barbosa Coelho

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-21R

Resumo

A cárie um processo complexo que envolve a desmineralização e destruição dos tecidos duros do dente, como esmalte, dentina e cemento. Os microrganismos presentes no biofilme dental metabolizam açúcares e carboidratos e secretam ácidos como subproduto. O ácido erode gradativamente os minerais do esmalte, levando à sua desmineralização. Este processo enfraquece a estrutura do dente e cria pequenos poros são lesões incipientes na superfície do esmalte esse processo ocorre e é equilibrado pela capacidade tampão da saliva e dos fluoretos. Diante deste contexto, o controle das lesões consiste em remoção do biofilme e o equilíbrio nas reações de desmineralização e remineralização. O processo de remineralização ocorre naturalmente através de minerais presentes na saliva, que devolvem os minerais perdidos durante a desmineralização. Com o advento de inúmeras tecnologias e novas abordagens para incorporação de partículas bioativas no compósito restaurador dental é necessários estudos que investiguem e compare as características e o comportamento destes. As partículas bioativas apresentam características interessantes para a prevenção da desmineralização dos tecidos dentais e um efeito de proteção da interface restauradora através da liberação de íons e efeito de recarga. Esse trabalho teve como objetivo revisar a literatura em relação às características de compósitos resinosos contendo partículas bioativas.

Downloads

Publicado

2024-03-01

Edição

Seção

Artigo de Revisão