EFICÁCIA DOS METÓDOS AUXILIARES NA IRRIGAÇÃO DO SISTEMA DE CANAIS RADICULARES: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Vinicius Ribeiro Monteiro
  • Leandro Rodrigues de Sena
  • Antônio Fabrício Alves Ferreira
  • Luana da Silva Nascimento
  • Edla Helena Salles de Brito
  • Ravel Bezerra Brasileiro
  • Francisco Nathizael Ribeiro Goncalves
  • Mariana Canuto Melo de Sousa Lopes
  • Valeria Ferreira Cândido
  • Kevin de Carvalho Cabral

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-23R

Resumo

O tratamento endodôntico tem como finalidade a permanência do elemento dentário na cavidade oral, permitindo a reabilitação do elemento e o reestabelecimento da saúde do paciente. O procedimento é executado cumprindo-se algumas etapas, como modelagem mecânica, limpeza química e obturação do sistema de canais, com a finalidade de diminuir o número de microrganismos no interior do elemento dentário e promover o selamento do sistema de canais radiculares (SCR). O objetivo deste trabalho é verificar, através de uma revisão de literatura, a eficácia do uso de métodos auxiliares na irrigação do SCR. Foi realizada busca bibliográfica nas bases de dados Pubmed, BVS e Google Acadêmico. Os trabalhos selecionados apontam que o uso de métodos irrigadores auxiliares potencializa os efeitos antimicrobianos das soluções irrigadoras ao mesmo tempo em que promovem uma maior eliminação das raspas dentinárias, de modo que se alcança uma desinfecção e limpeza mais eficientes do SCR. A pesquisa também permitiu constatar que o método de irrigação ultrassônica passiva (PUI) é o mais eficaz em comparação com os outros métodos auxiliares por permitir um maior alcance da solução irrigadora no interior do SCR, contribuindo para vencer os desafios anatômicos. 

Downloads

Publicado

2024-03-01

Edição

Seção

Artigo de Revisão