TRATAMENTO CIRÚRGICO DE HIPERPLASIA CONDILAR E RECONSTRUÇÃO COM PRÓTESE DE ATM

Autores

  • Monique de Paula da Silva Moraes
  • Samuel Benson Lima Barreto
  • Camila Menezes Andrade
  • Francisco Valcy Moreira De Oliveira Junior
  • Anderson da Silva dos Anjos
  • José Klidenberg de Oliveira Júnior
  • Mauro Andrey dos Santos Rodrigues
  • Vânia de Cássia Souza da Silva
  • Mabel Martins Lima
  • Francisco José Lima Maciel

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N1-27

Resumo

A hiperplasia condilar (HC) é um aumento patológico persistente de um ou ambos os côndilos mandibulares. Estas lesões condilares podem afetar o tamanho e a forma da cabeça, alterar a resistência e o contato direto com o osso maxilar e influenciar o desenvolvimento ou progressão da cárie dentária, como na cabeça da mandíbula; desenvolvimento lento dos côndilos, pescoço, ramo, corpo e face, assimetria, irregularidade, dor. Existem muitas causas possíveis, incluindo tumores, trauma, infecção, extensão condilar anormal, influências hormonais, genética e retardo de crescimento. Esta é a articulação mais poderosa do corpo, movendo-se 2.000 vezes por dia ao falar, mastigar, engolir e respirar. Patologias que promovem alterações físicas na região de ATM e necessitam de correção cirúrgica, posteriormente podem ser reabilitadas por meio do uso de próteses de ATM, essa por sua vez tem a função de devolver a qualidade de vida ao paciente.

Downloads

Publicado

2024-03-01

Edição

Seção

Artigo Original