AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM CORREDORES DE RUA AMADORES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-10

Resumo

Fundamentação teórica: A prática de exercício físico, incluindo a corrida de rua, vem conquistando cada vez mais espaço na rotina dos indivíduos, na busca de bem-estar, melhora e /ou manutenção da saúde e na conquista de desafios pessoais. Objetivo: Analisar a qualidade de vida de corredores de rua. Métodos:  A amostra consiste em 76 atletas (idade 36±10 anos, IMC 23,75±2,80 Kg/m2), sendo 47 homens (34±11 anos, IMC 24,64±2,70 Kg/m2) e 29 mulheres (38±12 anos, IMC 22,37±2,37 Kg/m2), que praticam corrida de rua há 11 anos em média com volume semanal de 35,22 quilômetros. Neste estudo descritivo, exploratório e transversal, a qualidade de vida foi avaliada pelo questionário WHOQOL-bref e os dados gerais de saúde e de treino foram coletados através do google forms. Os dados foram analisados com Wilcoxon, Friedman e pós teste de Bonferroni Resultados: Verificou-se melhores resultados nos domínios psicológico e social quando comparados ao domínio físico. Nas mulheres o domínio social foi maior quando comparado ao domínio físico, enquanto para os homens não houve diferença entre os domínios. Conclusão: Corredores de rua apresentam boa qualidade de vida geral, mas foram registradas pontuações menores no domínio físico e relato de dor, desconforto, necessidade de medicações e tratamento relacionados diretamente com a prática esportiva. Estes dados sugerem a necessidade de atenção à etiologia por trás dos sinais e sintomas relatados pelos atletas amadores que voluntariamente se expõem às demandas físicas da corrida de rua.

Biografia do Autor

  • Joane Severo Ribeiro, UFCSPA/Laboratório de Imunologia Celular e Molecular

    Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal de Santa Maria (2010), graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria (2006), mestrado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2015), mestrado em Ciências da Reabilitação pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (2014) e doutorado em Ciências da Reabilitação pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (2023). Atualmente é professora no curso de espacialização em acupuntura na escola TAO QI. Tem experiência na área de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, atuando principalmente nos seguintes temas: fisioterapia, saúde da mulher, práticas integrativas e complementares, acupuntura e imunologia.

  • Cristiane Bündchen, UFCSPA/Núcleo de Apoio à Pesquisa e Pós-Graduação (Nupesq) – PROPPG

    Possui mestrado em Engenharia de Produção e bacharelado em Estatística, ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é técnica administrativa na área de estatística na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). 

  • Priscila da Trindade Flores, UFCSPA/Laboratório de Imunologia Celular e Molecular

    Graduação em Nutrição (UFN-2013). Pós-graduação em Prescrição de Fitoterápicos e Suplementação Nutricional Clínica e Esportiva na Universidade Estácio de Sá (2015). Graduação em Formação de Professores para a Educação Profissional (UFSM-2017). Mestre em Ciências da Saúde e da Vida (UFN-2018). Doutoranda em Biociências (UFCSPA). Atua desde 2014, como nutricionista no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha, Campus Jaguari, RS.

  • Fabrício Edler Macagnan, UFCSPA/Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação

    Mestrado em Ciências Biológicas (Fisiologia) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutor em Clínica Médica e Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Pós-Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Professor adjunto do Departamento de Fisioterapia (UFCSPA). Regente da Disciplina de Fisioterapia Oncológica. Coordenador, professor e Tutor no Programa de Pós-Graduação de Residência Multiprofissional Integrada em Saúde com ênfase em Onco-Hematologia UFCSPA / Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Proto Alegre (ISCMPA). Professor e Orientador (Mestrado e Doutorado) no Programa de Pós-Graduação Ciências da Reabilitação (UFCSPA). Tem experiência na área de Fisioterapia Hospitalar e Ambulatorial. Pesquisa nas linhas de Reabilitação Cardiopulmonar e Metabólica e em Reabilitação em Oncologia. 

  • Alessandra Peres, UFCSPA/Laboratório de Imunologia Celular e Molecular

    Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996), mestrado em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e doutorado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003), pós doutorado em Geriatria e Gerontologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é professora pesquisadora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Tem experiência na área de Imunologia, cultivo celular e citometria de fluxo atuando principalmente nos seguintes projetos: Núcleo de estudos em obesidade e Núcleo de Estudos em Exercício Físico e Imunologia associados a suplementação. Bolsista Produtividade CNPQ - PQ2

Downloads

Publicado

2024-05-10

Edição

Seção

Artigo Original