ABORDAGENS CONTEMPORÂNEAS NO MANEJO DE PATOLOGIAS ODONTOGÊNICAS DOS MAXILARES

Autores

  • Laís Ribeiro Narciso
  • Bárbara Mendes de Jesus
  • Deividy Estafani Nespolo
  • Paula Fernanda Cavalli Picoloto
  • Pedro Nardson Avelino de Oliveira
  • Liliana Maria da Costa Oliveira
  • Ana Patrícia Prado Viana
  • Beatriz Almeida Dutra
  • Virgínia Martins Pereira Rossafa
  • Michelle Paiva Weydt Galhardi
  • Luana Pavoski
  • Débora Barbosa dos Santos
  • Ana Paula Massote Pestana
  • Jefferson Douglas Lima Fernandes
  • Gabriel Saboya de Aguiar Cachina
  • Leonardo Abreu Carmona Leitão
  • Eduardo Filipe Silva de Araújo
  • Dannyelto Cruz Santos Silva

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-66R

Resumo

O objetivo deste trabalho foi revisar as abordagens mais recentes no tratamento das patologias odontogênicas dos maxilares para oferecer uma perspectiva atualizada sobre as melhores práticas e avanços tecnológicos, visando melhorar a prevenção, diagnóstico e tratamento dessas condições. Para realizar essa pesquisa, foi realizada uma pesquisa na plataforma PubMed, sendo selecionados 23 artigos para a revisão bibliográfica. Os resultados e discussões ressaltam a diversidade das patologias odontogênicas nos maxilares, desde cistos a tumores benignos e malignos, afetando a qualidade de vida dos pacientes. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são cruciais para evitar complicações graves. As abordagens terapêuticas variam conforme o tipo de condição, com técnicas cirúrgicas agressivas para carcinomas malignos e minimamente invasivas para tumores benignos. O avanço tecnológico, como técnicas de imagem avançadas, tem melhorado o diagnóstico e o planejamento do tratamento. A colaboração multidisciplinar é essencial, assim como o uso de biomateriais para regeneração tecidual. No entanto, são necessárias mais pesquisas para validar as abordagens terapêuticas. A excelência no cuidado odontológico requer não apenas habilidades técnicas, mas também uma abordagem humanizada, priorizando o bem-estar do paciente.

Downloads

Publicado

2024-06-03

Edição

Seção

Artigo de Revisão