ABORDAGENS E TÉCNICAS PARA A AVALIAÇÃO IN VITRO DE NANOPARTÍCULAS CONTENDO 5-FLUOROURACILA NO TRATAMENTO DO MELANOMA: UMA REVISÃO DA LITERATURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-54R

Resumo

O melanoma representa uma patologia caracterizada pela proliferação de células malignas, originárias dos melanócitos, as quais são responsáveis pela pigmentação cutânea. Esta condição acomete predominantemente indivíduos de etnia caucasiana adulta. O melanoma pode surgir em qualquer localização anatômica, tanto na pele quanto em mucosas, frequentemente se manifestando na forma de lesões pigmentadas, como manchas, pintas ou sinais. Objetivo: O presente estudo consistiu em uma revisão bibliográfica com o objetivo de embasar teoricamente o processo de encapsulação de fármacos em nanopartículas poliméricas, especialmente em relação ao tratamento do melanoma, uma vez que sua incidência tem aumentado no Brasil. Metodologia: O propósito deste estudo foi realizar uma revisão sucinta da literatura científica, com o intuito de adquirir conhecimento teórico sobre o processo de encapsulação de fármacos em nanopartículas poliméricas. Para tal, foi conduzida uma análise abrangente da literatura existente, abordando tanto o referido procedimento quanto o melanoma, cuja incidência tem crescido de forma notável no contexto brasileiro. Resultados e Discussão: A partir dessa revisão, surgiu a perspectiva de desenvolver e avaliar a eficácia de nanopartículas poliméricas contendo 5-FU encapsulado, com vistas a sua aplicação potencial no tratamento do melanoma. Conclusão Em síntese, destaca-se a importância de uma fundamentação teórica sólida para a definição precisa do escopo da investigação e para o aporte de contribuições relevantes ao conhecimento científico nesse domínio.

Downloads

Publicado

2024-05-27

Edição

Seção

Artigo Original