EPIGENÉTICA E NEURODEGENERAÇÃO: NOVOS HORIZONTESPARA DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-85R

Resumo

As doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer (DA) e a doença de Parkinson (DP), são desafios significativos para a saúde global devido a suas altas prevalências e impactos debilitantes. Essas condições são influenciadas por complexa interação de fatores genômicos, epigenéticos, metabólicos e ambientais. O diagnóstico tardio e as terapias focadas apenas nos sintomas contribuem para a limitada eficácia dos tratamentos atuais. No entanto, as abordagens epigenéticas emergem como promissoras, oferecendo novas perspectivas para a detecção precoce e o tratamento de doenças neurodegenerativas. Modificações epigenéticas, como metilação do DNA e alterações na cromatina, desempenham papel crucial na regulação da função neuronal e na patogênese dessas doenças. Este artigo revisa os avanços recentes na compreensão dos mecanismos epigenéticos envolvidos na neurodegeneração e destaca potenciais estratégias terapêuticas baseadas em epigenética que podem oferecer novos horizontes para o diagnóstico e o tratamento dessas doenças.

 

Downloads

Publicado

2024-06-11

Edição

Seção

Artigo de Revisão