CIRURGIA PLÁSTICA REGENERATIVA COM IMPLANTES DE TECIDO ADIPOSO ENRIQUECIDO COM CÉLULAS-TRONCO

Autores

  • João Pedro do Valle Varela
  • Fernando Silva Campos
  • Ellen Demoner Rassele
  • Emanuel Moura de Souza Santos
  • Heitor Ribeiro Sarmento
  • Lucas Castello Agrizzi
  • Stephanie Ferro Schultheis
  • Diego Daltro Fernandes
  • Maria Eduarda Dias Maciel
  • Maria Júlia Adolpho Sako
  • Marcelo Martins
  • Shayenne Nogueira Domingues

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-63R

Resumo

A cirurgia plástica regenerativa com implantes de tecido adiposo enriquecido com células-tronco é uma técnica inovadora que tem sido estudada e aplicada em diversas áreas da medicina regenerativa. A utilização de células-tronco derivadas do tecido adiposo mostra-se promissora para melhorar a regeneração tecidual e promover resultados estéticos e funcionais superiores em procedimentos cirúrgicos reconstrutivos e estéticos. Esta revisão tem como objetivo discutir os fundamentos, às aplicações clínicas e os desafios da cirurgia plástica regenerativa com implantes de tecido adiposo enriquecido com células-tronco, visando contribuir para o avanço dessa área e para o desenvolvimento de terapias mais eficazes e seguras para a regeneração tecidual. Trata-se de uma revisão bibliográfica qualitativa sobre células-tronco mesenquimais e suas aplicações terapêuticas. As bases de dados utilizadas incluem PubMed, SciELO e LILACS. Para o refinamento da pesquisa, foram utilizados os descritores em saúde “células-tronco mesenquimais”, “terapia celular” e “aplicações clínicas”, com um recorte temporal entre os anos de 2003 e 2009. Os critérios de inclusão e exclusão foram estabelecidos para garantir a relevância e a qualidade dos estudos analisados, além de estabelecer marcadores booleanos e uma pergunta norteadora. A técnica consiste na coleta de tecido adiposo do próprio paciente por meio de lipoaspiração, seguida do processamento desse tecido para obtenção das células-tronco. Essas células são então enriquecidas e concentradas antes de serem reimplantadas na área alvo, onde promovem a regeneração tecidual. A cirurgia plástica regenerativa com implantes de tecido adiposo enriquecido com células-tronco tem sido utilizada com sucesso em procedimentos como reconstrução mamária pós-mastectomia, rejuvenescimento facial, tratamento de úlceras e feridas crônicas, entre outros. Os resultados demonstram melhora na qualidade da pele, aumento da vascularização local, redução de cicatrizes e melhor integração dos enxertos. Portanto, conclui-se que a cirurgia plástica regenerativa com implantes de tecido adiposo enriquecido com células-tronco representa uma abordagem promissora para a regeneração tecidual em diversas áreas da medicina. A técnica oferece benefícios significativos em termos de regeneração e melhora estética e funcional, tornando-se uma opção viável e segura para pacientes que necessitam de procedimentos cirúrgicos reconstrutivos ou estéticos.

Downloads

Publicado

2024-04-01

Edição

Seção

Artigo de Revisão