PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES COM PÉ TORTO CONGÊNITO A PARTIR DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-91R

Resumo

Os defeitos nos membros, especialmente o pé torto congênito, representam um problema de saúde pública em todo o mundo. Reforçar a vigilância epidemiológica dessa condição é crucial para se estabelecer um panorama fidedigno. O objetivo desse estudo é caracterizar o perfil epidemiológico dos pacientes com pé torto congênito (PTC) a partir de uma revisão sistemática. Trata-se de uma revisão sistemática que visa buscar resultados confiáveis na literatura, sendo reportada seguindo as recomendações metodológicas do checklist Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) e registrada no PROSPERO sob número CRD42023440284. A busca por estudos foi realizada em setembro de 2023, em bancos de dados bibliográficos incluindo MEDLINE, LILACS, Scopus, Embase e SCIELO. Para análise e composição dos resultados foram considerados características dos estudos, dados sociodemográficos da população e características clínicas. Foram selecionados 18 artigos que atenderam aos critérios de inclusão. Sendo considerados estudos observacionais, incluindo estudos de coorte, caso-controle e estudos transversais. Estudos de vigilância epidemiológica também foram considerados. Para assegurar que os pacientes com PTC sejam adequadamente tratados é necessário não somente conhecer a patogênese da doença e outros detalhes técnicos, mas também entender o cenário que esses pacientes estão inseridos.

Biografia do Autor

  • Thalyta Victoria Lourenço dos Santos, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

    Enfermeira, graduada pelo Centro Universitário UNIFACISA, Campina Grande, Brasil. 

  • Juliana Sousa Soares de Araújo, Universidade Federal da Paraíba – UFPB, João Pessoa, Brasil.

    Doutorado em Biologia Aplicada à Saúde (UFPE, Brasil), Mestrado em Modelo de decisão em Saúde (UFPB, Brasil), Especialização – Residência Médica em medicina intensiva neonatal (HOSPUM, Brasil) e em Pediatria (HOSPUM, Brasil). 

  • Matheus Monteiro Vieira, Universidade Federal da Paraíba – UFPB, João Pessoa, Brasil.

    Graduando em medicina pela UFPB, Brasil.

  • Júlia Richard Gondim Bezerra Cavalcanti, Graduando em medicina pela UFPB, Brasil.

    Graduando em medicina pela UFPB, Brasil. 

  • Rafael Soares de Araújo, Faculdade Nova Esperança, João Pessoa, Brasil.

    Graduando em medicina pela Faculdade Nova Esperança, Brasil. 

Downloads

Publicado

2024-06-16

Edição

Seção

Artigo de Revisão