O PAPEL DA ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DO PARTO HUMANIZADO DIANTE DO PROTAGONISMO DA MULHER

Autores

  • Felipe Magdiel Bandeira Montenegro
  • Raissa Nadja Dantas Martins Vieira
  • Adriana Lorrayny Barbosa Pereira Ramos
  • Marilia Pereira Barbosa
  • Lígia Fernanda de Araújo
  • Saudade de Azevedo Moreira
  • Giselle Pereira da Silva
  • Shirley Gabriella Ferreira Moura
  • Joel Florêncio da Costa Neto
  • Mayara de Araújo Barros Leite

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-95R

Resumo

O parto desde o início da humanidade passou por mudanças em seu formato, antes da tecnológica/ciência o parto era realizado em casa ou no local onde as contrações começassem, mas nos tempos atuais já são utilizados de métodos cirúrgicos e medicalizados para a realização do parto, fugindo muito do parto normal e humanizado.  O objetivo deste trabalho é evidenciar o papel da enfermagem na promoção do parto humanizado diante o protagonismo da mulher. Essa pesquisa é uma revisão integrativa da literatura, onde os critérios de inclusão foram: artigos dos últimos 5 anos, artigos nacionais e que respondiam cautelosamente a problemática e a temática. Com buscas na (BVS) e (Scielo) foram encontrados um total de 13 artigos. A promoção do parto humanizado é um tema importante na assistência de enfermagem ao parto normal. O envolvimento ativo do enfermeiro na escolha do parto humanizado para a mulher é fundamental para garantir que a assistência seja respeitosa, digna e autônoma. Além disso, é necessário combater as práticas obstétricas desnecessárias e a medicalização excessiva do parto, que muitas vezes são centralizadas na intervenção do parto, apesar do movimento da humanização defender o parto natural e fisiológico realizado por enfermeiras. A promoção do parto humanizado é um tema importante na assistência de enfermagem ao parto normal. É fundamental que o enfermeiro esteja ativamente envolvido na escolha do parto humanizado para a mulher, combatendo as práticas obstétricas desnecessárias e a medicalização excessiva do parto. Além disso, é necessário que os profissionais de enfermagem recebam formação e capacitação adequada para a promoção do parto humanizado.

Downloads

Publicado

2024-06-18

Edição

Seção

Artigo de Revisão