EFEITO DA PRÁTICA DE LIAN GONG EM MEIO VIRTUAL NA DOR MUSCULOESQUELÉTICA

Autores

  • Marcelo de Castro Cesar
  • Rosalina Ogido
  • Thayná França Ferreira Costa
  • Camila Takae Koyama
  • João Pedro de Lima Montebello
  • Alexandre Morikatsu Ogido
  • Daniela Godoi-Jacomassi

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-50

Resumo

Objetivo: Investigar o efeito da prática da ginástica terapêutica Lian Gong, em meio virtual, na dor musculoesquelética. Método: Participaram 15 voluntários, que apresentavam dor musculoesquelética e estavam em isolamento social devido à pandemia de COVID-19. Métodos: Os voluntários responderam ao Inventário Breve de Dor (IBD), em entrevistas realizadas por meio virtual, pré-teste e pós-teste da intervenção com a ginástica terapêutica Lian Gong em 18 Terapias, em meio virtual, com sessões de 60 minutos, duas vezes por semana, durante 12 semanas. Para comparação dos resultados, pré-teste e pós-teste, foi utilizado o teste não paramétrico de Wilcoxon, o nível de significância adotado foi P < 0,05. Resultados: Na comparação dos resultados, pré-teste e pós-teste, houve diminuição na intensidade da dor, mas não houve diferença significante na interferência da dor nas Atividades de Vida Diária (AVDs). Conclusão: A prática da ginástica terapêutica Lian Gong, em meio virtual, proporcionou o importante benefício de diminuição da intensidade da dor musculoesquelética dos voluntários, embora não tenha alterado a interferência da dor nas AVDs.

Downloads

Publicado

2024-06-10

Edição

Seção

Artigo Original