IMPACTO DA PANDEMIA DE COVID-19 NOS TRANSTORNOS DE ESTRESSE EM CRIANÇAS DE IDADE ESCOLAR NO BRASIL: UMA ANÁLISE LONGITUDINAL DE 2017 A 2023

Autores

  • Leonardo Heveraldo Santos
  • Rafael Aguiar Magalhães
  • Samuel Cavalcante Santiago
  • Italo Ferreira Dias dos Santos
  • José Alves da Costa Júnior

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-51

Resumo

Introdução: A pandemia de COVID-19 desencadeou desafios significativos para a saúde mental de crianças em idade escolar. Objetivo: Com isso esse estudo tem como objetivo investigar o impacto da pandemia de COVID-19 nos transtornos de estresse em crianças no Brasil. Metodologia: Esse estudo utilizou dados do SINAN do DATASUS referentes aos casos notificados de 2017 a 2023. Resultados e Discussão: Os casos foram divididos em três períodos: 2017 a 2019, 2020 e 2021-2023, para avaliar os efeitos da pandemia. Os dados foram analisados quanto ao total de casos, média e desvio padrão, bem como a distribuição por faixa etária. Os resultados no período de 2017 a 2019, a média de casos de transtornos de estresse foi de 141.078,03, representando 38% do total, com um desvio padrão de 111.993,5407. Em 2020, houve uma queda acentuada, com 100.084,81 casos, representando 9% do total, e um desvio padrão de 29.155,17135. Já de 2021 a 2023, os casos aumentaram significativamente, totalizando 586.870,71, o que representa 53% do total, com um desvio padrão de 151.751,1297. Conclusão: Portanto, os resultados indicam um impacto substancial da pandemia de COVID-19 nos transtornos de estresse em crianças. Esses achados ressaltam a necessidade de estratégias de intervenção para apoiar a saúde mental das crianças 

Downloads

Publicado

2024-06-10

Edição

Seção

Artigo Original