TRAUMATISMOS MAXILOFACIAIS COMO MARCADORES DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E O PAPEL DO CIRURGIÃO BUCOMAXILOFACIAL FRENTE A ESSE CASO

Autores

  • Kethylin Nayari Macedo Pinto do Nascimento

DOI:

https://doi.org/10.36692/V16N2-92R

Resumo

Os traumatismos maxilofaciais (TMF) são lesões que acometem a face e podem envolver ossos, tecidos moles e dentes. Estes traumatismos podem ocorrer devido a acidentes, quedas, atividades esportivas e violência. Dentro do contexto da violência, a violência doméstica se destaca como uma causa significativa de TMF, especialmente entre mulheres. Objetiva-se destacar a importância dos traumatismos maxilofaciais como indicadores de violência doméstica e delinear o papel crucial que os cirurgiões bucomaxilofaciais desempenham na identificação, intervenção e suporte às vítimas. A metodologia adotada para este estudo sobre o papel dos cirurgiões bucomaxilofaciais na identificação de traumatismos maxilofaciais como marcadores de violência doméstica envolveu várias etapas, abrangendo a revisão de literatura, coleta de dados, análise de casos clínicos, e desenvolvimento de diretrizes práticas. Espera-se que os cirurgiões bucomaxilofaciais sejam mais eficazes na identificação de vítimas de violência doméstica, proporcionando-lhes o apoio necessário para romper o ciclo de violência e garantir sua segurança e bem-estar. Além disso, espera-se uma maior colaboração interdisciplinar e um aumento na conscientização e prevenção da violência doméstica na sociedade como um todo.

Downloads

Publicado

2024-06-18

Edição

Seção

Artigo de Revisão